WhatsApp na Black Friday: 10 perguntas para responder no seu planejamento. Confira!

Utilize o WhatsApp na sua estratégia de marketing e torne-o mais um canal de vendas e relacionamento na Black Friday.

 

Atualmente o WhatsApp é considerado com sobras o aplicativo mais popular do mundo. Só por essa informação, a imaginação dos profissionais de marketing começa a transbordar.

Algumas lojas virtuais ainda são reticentes ao uso do aplicativo na sua estratégia de relacionamento com seus clientes pelo simples fatos do aplicativo não permitir a conexão de informações com seu ecommerce; na minha opinião é mera bobagem.

O aplicativo é uma plataforma versátil, que permite o uso de mensagens de textos, imagens e vídeos, ou seja, ideal para incluir alguma estratégia e vendas, principalmente para Black Friday.

Mas calma: NÃO FAÇA SPAM!

Para trabalhar com o aplicativo na sua estratégia de vendas na próxima Black Friday, estabeleça uma linha tênue entre a comunicação e a invasão.

Se você está disposto a pensar pouco fora da caixinha e estabelecer uma estratégia de vendas diferente, te convido a continuar lendo.

 

Dados WhatsApp

 

PRIMEIRO PASSO: PLANEJE

Aqui no Wiki já ofertamos dicas iniciais para planejar a Black Friday, além de indicar o uso de marketplaces na Black Friday para aumentar a sua receita ainda em 2016. Agora estamos recomendando o uso do aplicativo mais popular e pessoal dos últimos anos.

Para utilizar o WhatsApp como mais uma estratégia de vendas na Black Friday, precisamos entender em primeiro lugar que ele foi desenvolvido para uma comunicação pessoal e sem publicidade; por isso nosso alerta é: não faça SPAM. Em  breve o Facebook (controlador do aplicativo) deverá anunciar medidas para anúncio publicitário no Whatsapp, mas lembre-se: isto não tem correlação com a estratégia que estamos propondo aqui!

Primeira recomendação é desenvolver um planejamento para uso nesta data. Se sua loja virtual ainda não está habituada ao uso do WhatsApp, desenvolva primeiro o planejamento para uso somente na Black Friday.

Dentro do planejamento esmiúce todos os detalhes possíveis, e acompanhe para que este planejamento seja cumprido, afinal: se este der certo, as chances de você adotar essa estratégia nas próximas campanhas como Cyber Monday e Natal serão de fato enormes.

Pense em relacionamento e não em vendas. As vendas serão consequências do seu relacionamento via WhatsApp.

 

10 perguntas para responder no seu planejamento de uso do WhatsApp na Black Friday

 

Quer mais dicas? Que tal ler esse post feito pela Agência MMD – Agência de Marketing Online Parceira da FBITS.

10 dicas para utilizar o WhatsApp como ferramenta de marketing. Clique!

AJUDANDO A RESPONDER AS PERGUNTAS. SIM, SIGA EM FRENTE!

Como autor desse post, também quero ajudar você a responder essas perguntas no seu planejamento. Muitas vezes encontramos conteúdos rasos ou sem aplicação para a realidade da empresa. Dentro da minha vida profissional, tive a oportunidade de trabalhar em dois ecommerces de pequeno porte, e sei o quanto é necessário desdobrar-se para fazer de um limão uma limonada.

Aqui neste post apresentei apenas 10 perguntas, claro que com o conhecimento sobre seu negócio, você poderá expandir para quantas forem necessárias. Como dito anteriormente: esmiúce.

Vamos lá:

Qual o período da ação? Estabeleça um período para ação, considere desde a criação das peças que serão veiculadas para seu público alvo até a finalização da Black Friday. Por mais que estamos falando da Black Friday, recomendo que você faça a estratégia ir até o Cyber Monday, a segunda-feira após a Black Friday. O Cyber Monday está se popularizando, não fique fora dessa também. Assim, um período ideal para a ação seria pelo menos de 1 mês, sendo do início de novembro e finalizando no Cyber Monday.

 

Quem será meu público para a ação? Essa é a pergunta chave para compor seu planejamento. Por ser uma ação incipiente o uso do WhatsApp, minha sugestão é: trabalhe com seus clientes fiéis. Na minha visão esta não é uma ação para deixar aberta para todo o site. Trabalhe com sua base de clientes a análise de RFV (Recência, Frequência e Valor). Não se assuste com o termo. RFV de forma simplificada é feito para identificar quem são seus clientes que compraram mais recentemente, com qual frequência eles compram e qual o ticket médio que eles gastam.

Alguns ERP’s podem até ter uma análise dessa pronta, mas caso não tenha, existe dentro da plataforma FBITS Store uma relatório de clientes que lhe ajudará a compor sua estratégia.

Acesse: Relatórios/Cadastro de Clientes/ Clientes

relatório de clientes dentro da plataforma da FBITS

 

Minha sugestão para selecionar melhor seus clientes para essa ação é: filtrar por um período amplo, desde o lançamento da sua loja, e deixar setado o filtro por última compra. Após pedir a geração do relatório, exporte para o excel.

Você terá um relatório com todos dados que você precisa para separar a base que você deseja comunicar.

Minha consideração é que você opte por clientes que compraram últimos 6 meses. Nada impede de você formar estratégias diferentes para determinado grupo de clientes caso queira expandir as estratégias de comunicação. Só lembre-se de fazer um planejamento diferente para cada grupo de clientes.

 

Por quais canais irei comunicar para pedir autorização ao uso do WhatsApp? Como é uma ação restrita para um grupo de clientes, a ideia é que você use email marketing para promover essa comunicação.

Defina antecipadamente a quantidade de peças e quais as sequências que elas serão lançadas. Não esqueça de prever todos os caminhos. Crie uma régua de disparos. Não saia “panfletando” e-mails.

 

Formulário de autorização – Uma idéia para você usar: A indicação é que você desenvolva um formulário para guardar o “opt-in” do cliente. Você possui duas alternativas: criar formulários na plataforma ou então embedar um formulário do Google. Ambas alternativas são válidas, porém existem diferenças.

No formulário da plataforma você receberá por email os dados e terá que realizar uma organização manual dos dados recebidos. Já na planilha do Google Forms, você tem todos os dados em um único arquivo e o salvamento é feito automaticamente. Independente qual você escolher, estará certo.

Vou mostrar dois exemplos que podem ser adaptados para sua ação. Os exemplos não correspondem exatamente a proposta do Opt-In do WhatsApp, porém com criatividade você poderá adaptar:

1. Na Plataforma definitiva de e-commerce FBITS Store: Use HTML para criar o formulário e associe ao cadastro de conteúdo de um hotsite. No exemplo da Market Fashion, foi criado um formulário de troca. O detalhe que é necessário além de criar o conteúdo, configurar via admin qual email receberá o formulário.

Caso tenha dúvidas entre em contato com o Suporte.

marketfashion

 

2. No Google Forms: recentemente a Allbags lançou uma pesquisa com seus consumidores para ter a opinião deles. No exemplo, você pode configurar toda pesquisa no forms, e apenas pegar o código dela e associar como conteúdo no site.

pesquisa-allbags

 

A comunicação será individual ou em Grupo?  Este será o ponto focal da ação no WhatsApp. Você deverá decidir se irá abordar individualmente ou em grupo os fãs da sua marca. Aqui é importante lembrar que se optar em agir em grupo, você não deverá promover algo que um cliente já pagou com desconto, causaria muito transtorno para a marca.

Por ser uma ação com data de início e fim, e ter como foco os clientes selecionados, pode ser que um grupo bem trabalhado gere envolvimento e engajamento com sua marca. Caso não esteja confiante, utilize a comunicação individual.

Dentro da comunicação deixe claro o horário de atendimento via WhatsApp. Eduque seu cliente, e mais importante: não dê brechas a ele respondendo mensagens às 22h por exemplo (exceto se for parte da estratégia na quinta-feira que antecede a Black Friday).

 

Farei comunicação complementar em outros canais? Por estar em evidência as vendas da Black Friday, onde muitos produtos terão um desconto especial, vale a pena pensar em uma comunicação complementar com seus clientes selecionados seja no Facebook ou por email. Mas não exagere, afinal o foco está no WhatsApp. Utilize a comunicação complementar sem panfletar e lembre-se: siga a mesma linha de raciocínio desenvolvida no trabalho com o WhatsApp.

O que evitar: email diário, enviar email “da  massa” para esse grupo de clientes, deixar mesmas condições desses clientes abertas para todo o site.

O que fazer: comunicação personalizada.

 

Quantas mensagens serão enviadas? Como alertado, não faça SPAM. Não seja invasivo com seu cliente. Se a ação será de aproximadamente 1 mês, envie no máximo 4 mensagens a ele durante todo esse período.

Lembre-se apenas que uma das mensagens deverá ser disparada no dia da Black Friday: 25 de novembro.

 

Quem será responsável por tratar a comunicação individual gerada por esse canal? Escolha uma única pessoa da sua equipe para essa ação. Deixe essa pessoa incumbida de relacionar-se com os clientes do WhatsApp no período e sempre peça feedbacks de como está a relação da sua empresa com estes clientes.

 

Terei um número e aparelho exclusivo para essa ação? Não envolva um número pessoal ou empresarial para essa ação. O recomendado para essa ação é adquirir um novo número exclusivamente para a ação da Black Friday. Ainda: tenha um celular exclusivo para esse uso e não deixe que o mesmo saia da empresa após o expediente.

 

Como vou mensurar o retorno dessa ação após a Black Friday? Mensurar os dados é a parte mais importante de cada estratégia.

Compile informações e apresente aos envolvidos.

Destaque alguns dados como:

– Número de opt in;

– Número de mensagens trocadas;

– Número de vendas efetivadas por esses clientes;

– Ticket Médio de vendas desses clientes;

– Produtos mais comprados;

– Pontos positivos e negativos da comunicação via WhatsApp;

– Planos futuro para uso do aplicativo dentro das estratégias de marketing;

 

 

Considerações finais

O trabalho com o WhatsApp é um projeto inicial para grande maioria das empresas. Esse trabalho requer dedicação e cuidado, pois o aplicativo exige uma forma de comunicação pessoal, não podendo ser tratada como mídia de massa.

Avalie os prós e contras com sua equipe. Vale a pena pensar em estratégia de uso do aplicativo para a Black Friday? Lembre-se: seu cliente estará propenso a gastar dinheiro nessa época.

Estreitar o relacionamento e fidelizar seu cliente fará você pagar a conta ao longo do tempo de vida da sua empresa. Muitas vezes pecamos por enxergar empecilhos nos processos de vendas e não enxergamos alternativas para aplicar algumas ideias.

O aplicativo WhatsApp é a forma mais rápida e barata de se comunicar. Praticamente todas pessoas que fazem compra pela internet usam o aplicativo.

Siga em frente!

 

Marketplace e a Black Friday

 

 

Tags from the story
More from Fernando Zambrano Read More